Epistemologia da análise do discurso no turismo

Autores

  • Luzia Neide M. T. Coriolano

Palavras-chave:

Turismo, Análise do Discurso, Signo, Resignificação, Tourism, Analyze Techniques, Sign, Resignification

Resumo

Este texto apresenta reflexões sobre a metodologia "análise do discurso", aplicado ao turismo. Mostra como o discurso transformou o turismo em signo, e o que era plurivalente acaba transformando-se em discurso coletivo ou monovalente. Investiga como os signos, em uma abordagem crítica, são produzidos num percurso sócio histórico e por razões socioeconômicas, associando significantes e significados. Mostra que o sentido construído para o turismo delimita um raio de possibilidades para a operacionalização de ideologia. Nos deslocamentos de sentidos é construído um discurso coletivo no turismo o da geração de emprego e renda. Por fim analisa o discurso dos governos, dos empresários e das comunidades buscando a resignificação dos conceitos.
Palavras-chave: Turismo; Análise do Discurso; Signo; Resignificação

Abstract:
This paper submit reflections about methodology " analyze techniques " apply to tourism. Shows how the discourse transform the tourism in sign, and that was plurivalent becoming in collective discourse or monovalent. Investigate critically how signs are produced in a social historic route and reasons socioeconomics, associating meanings and significant. Display how the constructed meaning for tourism reveal a restrict area of possibilities to ideology operation. In the movements of meanings is created a collective speech in tourism about the generation of jobs and incomes. Finally analyze the governments, entrepreneur and communities discourses, searching concept resignification.
Key-words: Tourism; Analyze Techniques; Sign; Resignification

Downloads

Publicado

2006-10-23

Como Citar

Coriolano, L. N. M. T. (2006). Epistemologia da análise do discurso no turismo. Caderno Virtual De Turismo, 5(2). Recuperado de https://www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/article/view/85

Edição

Seção

Artigos originais