Irmãs de fé: tradição e turismo no recôncavo baiano

Autores

  • Armando Alexandre Castro UFBA/UCSAL

Palavras-chave:

Irmandade da Boa Morte, Recôncavo, Bahia, cultura, turismo.

Resumo

Analisa-se o processo de turistização da Festa da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, sediada em Cachoeira, Bahia, a partir da década de 1970, assim como as rupturas e justaposições causadas pelo advento e impacto da indústria turística na referida dinâmica. As determinações de apoio dos órgãos oficiais de turismo, comprometidos com a revitalização sócio-econômica do Recôncavo, somadas

Biografia do Autor

Armando Alexandre Castro, UFBA/UCSAL

Doutorando em Administração (UFBA), Mestre em Cultura e Turismo (UESC/UFBA) e Professor do Instituto de Música da UCSAL.

Downloads

Publicado

2010-12-28

Como Citar

Castro, A. A. (2010). Irmãs de fé: tradição e turismo no recôncavo baiano. Caderno Virtual De Turismo, 10(3). Recuperado de https://www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/article/view/476

Edição

Seção

Artigos originais