O Modernismo é a cidade: interpretando a leitura dos moradores sobre o patrimônio arquitetônico de Cataguases - MG

Autores

  • Elias Sampaio Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.18472/cvt.21n1.2021.1871

Palavras-chave:

patrimônios culturais, desenvolvimento local, cultura

Resumo

A pesquisa objetiva identificar a relação dos moradores com o patrimônio arquitetônico modernista de Cataguases, fundamentando-se em um roteiro dissertativo de entrevista, aplicado a trinta residentes ao longo do centro urbano. A interpretação dos dados seguiu o método Análise de Conteúdo. Os resultados obtidos revelam que os símbolos culturais de Cataguases representam orgulho para seus moradores, mas sua história ainda é pouco compreendida; denotam o potencial turístico da cidade e o desejo de inserção do turismo na economia local; e possibilita reflexões referentes ao planejamento de um plano interpretativo do patrimônio em conjunto com a comunidade como uma alternativa para resgatar a trajetória do Modernismo na cidade.

Palavras-chave: Cataguases, Patrimônios Culturais, Modernismo, Turismo.

 

Biografia do Autor

Elias Sampaio, Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Artes, Cultura e Linguagens do Instituto de Artes e Design da Universidade Federal de Juiz de Fora, sob orientação da Prof. Dra. Patricia Ferreira Moreno. Graduando em Turismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora, com ênfase em Patrimônio e Gestão de Destinos Turísticos. Bacharel em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Juiz de Fora, 2017.

 

Downloads

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos originais