Turismo étnico e cultural: a coroação da rainha das taieiras como atrativo turístico potencial em Laranjeiras (SE)

Autores

  • Ivan Rêgo Aragão Professor substituto do curso de Turismo no Instituto Federal de Sergipe (IFS), Aracaju, SE, Brasil.

Palavras-chave:

Turismo Étnico, Multiculturalismo, Religiosidade Afrocatólica.

Resumo

A chegada dos africanos trazidos para trabalhar na produção açucareira legou para o Brasil, uma configuração cultural-religiosa rica em práticas, ritos, sons, cantos e danças que imbricados com a religiosidade católica portuguesa, tornou algumas práticas culturais híbridas. Esse arcabouço cultural é verificado na atualidade, como elemento da singularidade identitária e, por tanto, patrimônio cultural brasileiro, sendo trabalhado pela atividade turística dentro do segmento do turismo étnico. A partir da pesquisa bibliográfica, digital e de campo, o presente estudo se detém a descrever e analisar o rito da coroação da rainha das Taieiras na cidade de Laranjeiras na região do Vale do Cotinguiba em Sergipe como atrativo turístico em potencial. O rito devocional que passa temporariamente a coroa da Virgem do Rosário para a cabeça de uma das integrantes do grupo é realizado no espaço principal: o altar da igreja de São Benedito. Verificou-se ao final do estudo, que no ritual de coroação da rainha das Taieiras imbricam elementos de natureza religiosa portuguesa (Católica) e africana (Nagô), e que, portanto, é um evento potencial para atração do turístico étnico.

Biografia do Autor

Ivan Rêgo Aragão, Professor substituto do curso de Turismo no Instituto Federal de Sergipe (IFS), Aracaju, SE, Brasil.

Mestre em Cultura e Turismo / Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC; Pesquisador associado a Rosa dos Ventos Consultoria e Pesquisa;Pós-graduado em História e Cultura no Brasil / Universidade Gama Filho; Bacharel em Turismo / Estácio/Faculdade de Sergipe; Técnico em Conservação de Bens Culturais Móveis e Integrados / Fundação de Arte de Ouro Preto - FAOP; Membro dos Grupos de Pesquisa Sociedade e Cultura (NPGEO/UFS), História, Memória e Representações: Suportes para o Turismo Cultural (UESC) e da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR).

Downloads

Publicado

2015-12-15

Edição

Seção

Artigos originais