Políticas públicas, turismo e emprego no litoral potiguar

Autores

  • Jean Henrique Costa UERN

Palavras-chave:

Políticas Públicas, PRODETUR/RN I, Turismo, Emprego, Litoral

Resumo

O presente artigo discute a tríade “políticas públicas, turismo e emprego”, objetivando analisar as repercussões espaciais desencadeadas pelo desenvolvimento da atividade turística no estado do Rio Grande do Norte (RN), a partir da distribuição dos empregos formais originados entre os municípios englobados pelo PRODETUR/RN I. Destarte, as questões que nortearam este trabalho foram: em que medida a política pública de turismo denominada de PRODETUR/RN I foi eficaz para a geração de empregos nos municípios contemplados? Quais as características destes empregos? E como estes empregos se distribuem e repercutem espacialmente nos municípios integrantes? Isto posto, a área delimitada para o estudo abrangeu os seis municípios englobados por esse Programa: Natal, Parnamirim, Ceará-Mirim, Nísia Floresta, Extremoz e Tibau do Sul. A pesquisa de campo se fundamentou na aplicação de 186 questionários com trabalhadores empregados no turismo litorâneo potiguar, além da realização (secundária) de oito entrevistas com atores sociais diretamente ligados ao tema. Como considerações finais da pesquisa, temse que existe uma assimetria no espaço turístico potiguar, onde Natal é o lugar que recebe os maiores benefícios proporcionados pela atividade, enquanto os demais municípios dão sustentação

Biografia do Autor

Jean Henrique Costa, UERN

Sociólogo (DCS/UFRN), Bacharel em Turismo (UnP), Especialista em Demografia (DEST/UFRN) e Mestre em Geografia (PPGE/UFRN). Professor do Curso de Turismo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). E-mail: jeanhenrique@uern.br.

Downloads

Publicado

2008-08-07

Como Citar

Costa, J. H. (2008). Políticas públicas, turismo e emprego no litoral potiguar. Caderno Virtual De Turismo, 8(2). Recuperado de https://www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/article/view/273

Edição

Seção

Artigos originais