Os investimentos do Ministério do Turismo e o Programa de Regionalização do Turismo: desencontros da política governamental no interior potiguar

Autores

  • Rodrigo Cardoso da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil
  • Maria Aparecida Pontes da Fonseca Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18472/cvt.17n3.2017.1207

Palavras-chave:

Ministério do Turismo, Programa de Regionalização do Turismo, Interiorização do turismo potiguar, Alocação de recursos.

Resumo

A temática central deste artigo refere-se aos desencontros e incoerências nas políticas públicas desenvolvidas pelo Ministério de Turismo (MTur). O texto aborda a política de interiorização do turismo através do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) e a atuação ministerial no sentido de liberação e alocação de recursos alheios a essa política idealizada no âmbito desse ministério. Analisaram-se duas regiões turísticas, definidas pelo PRT no interior potiguar (Polo Turístico do Seridó e Polo Turístico Agreste/Trairi). O objetivo central é analisar o processo de interiorização do turismo potiguar, avaliando como os recursos repassados pelo MTur contribuem para essa premissa da política de turismo. Os procedimentos metodológicos foram divididos em duas etapas: a primeira, quantitativa que se refere ao levantamento no Portal da Transparência de todos os convênios e repasses de recursos pelo MTur para os 33 municípios contemplados na pesquisa. A segunda etapa, de cunho mais qualitativo, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com representantes municipais de turismo. Conclui-se que as ações realizadas pelo MTur não foram satisfatórias para interiorizar o turismo nas regiões pesquisadas, em grande medida isso se deve ao conteúdo político relevante de suas ações, bem como esse fato se sobrepõe às decisões racionais técnicas e de cunho colaborativo.

Biografia do Autor

Rodrigo Cardoso da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil

Bacharel, Mestre em turismo, Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Maria Aparecida Pontes da Fonseca, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil

Doutora em Geografia. Professora do Programa de Pós-Graduação em Turismo, PPGTUR/UFRN

Downloads

Publicado

2018-02-04

Como Citar

Silva, R. C. da, & Fonseca, M. A. P. da. (2018). Os investimentos do Ministério do Turismo e o Programa de Regionalização do Turismo: desencontros da política governamental no interior potiguar. Caderno Virtual De Turismo, 17(3). https://doi.org/10.18472/cvt.17n3.2017.1207

Edição

Seção

Artigos originais