Pela transversalidade da questão social nas políticas públicas setoriais: um ensaio sobre as políticas públicas de turismo

Angela Teberga de Paula, Marutschka Martini Moesch

Resumo


Este artigo tem por objetivo traçar uma relação inicial e propositiva entre as teorias de Questão Social e das Políticas Públicas de Turismo, sendo a inclusão social pelo trabalho da atividade turística seu principal elo. Por meio de revisão bibliográfica, lança-se a proposta de debater a inclusão produtiva como extremamente necessária ao desenvolvimento do turismo no país – cujo enfoque dado à inclusão dos trabalhadores pelo trabalho pressupõe que o alívio à pobreza passa inicialmente pelo combate ao desemprego. Assim, o presente artigo traça um panorama teórico-metodológico, fundamentado na dialética marxista, sobre as categorias: Estado, Política Pública e Questão Social, e busca explorar a relação do turismo com o combate à pobreza, a partir de uma visão econômica heterodoxa (ou seja, defensora da atuação discricionário do Estado). Ainda, a partir dessas categorias, foi analisado o Plano Nacional de Turismo 2007-2010, procurando desvelar as contradições existentes entre o discurso de inclusão social, e sua forma de representação no PNT.

Palavras-chave


Questão Social; Inclusão Produtiva; Política Pública de Turismo

Texto completo:

PDF