Impactos no ecoturismo do Parque Estadual do Itacolomi (MG) durante a pandemia da COVID-19

Andréia da Graça Ferreira, Bruno Pereira Bedim, Rodrigo de Sousa Melo, Ricardo Eustáquio Fonseca Filho

Resumo


: O ecoturismo é um segmento turístico com grande potencial no Brasil, que foi também afetado pela pandemia de COVID-19, a exemplo do Parque Estadual do Itacolomi (PEIT), em Minas Gerais. O presente trabalho teve como objetivo identificar o impacto da pandemia no ecoturismo no PEIT. A metodologia foi do tipo estudo de caso, descritiva e exploratória de abordagem qualiquantitativa. Após revisão de literatura e autorização de pesquisa na unidade de conservação, elaborou-se instrumentos de coleta de dados do tipo roteiro estruturado aplicado via formulário de inquérito online a 337 visitantes do PEIT, e roteiro semiestruturado em entrevista remota à gestora do parque. Os resultados demonstraram que o comportamento dos turistas foi alterado em 2022 não só pelas restrições impostas, mas também pelo receio de praticar a atividade, mas que a partir do momento em que as restrições foram flexibilizadas, eles passaram a priorizar atividades em contato com a natureza e ao ar livre como o ecoturismo. Conclui-se que a pesquisa traz dados que podem ser utilizados para uma melhor compreensão do desdobramento da pandemia sobre o ecoturismo em áreas naturais protegidas, e contribuição ao planejamento turístico regional, em novas crises sanitárias ou afins.


Palavras-chave


demanda turística, comportamento do turista, saúde do viajante

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18472/cvt.23n3.2023.2100



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.