Análise da competitividade e da mobilidade em destinos turísticos no estado mexicano de Guanajuato, por meio de um modelo de regressão logística

Erick Treviño-Aguilar, Jeremy Heald, Rafael Guerrero-Rodríguez

Resumo


Este artigo apresenta uma discussão sobre a competitividade e a mobilidade turística dos destinos turísticos no estado de Guanajuato, México, no contexto do turismo cultural. Isso é feito por meio da aplicação de um modelo de regressão logística para caracterizar a probabilidade de mobilidade entre destinos turísticos do estado (os destinos tradicionais e cinco vilas mágicas) mediante a seleção de um conjunto de fatores explicativos usando dados reais do ano de 2013. Baseando-se nesses dados e a aplicação do modelo, são questionadas a teoria e a prática da competitividade, bem como o transporte a fim de sugerir algumas recomendações no que concerne ao eventual desenvolvimento de parcerias e coalizões entre diferentes destinos no estado mexicano de Guanajuato. A experiência ensina que a concepção e implementação do programa é um desafio e a experiência pode fornecer aprendizagems para programas similares implementados em diferentes países da América Latina.


Palavras-chave


Competitivity; logistic regression; tourism mobility;

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.18472/cvt.17n1.2017.1097